Estágio x jovem aprendiz: Conheça as diferenças do contrato

Durante o período universitário, muitos alunos passam a sonhar com a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho, para ganhar uma renda extra ou até mesmo para ter condições de arcar com os custos envolvidos nessa fase da vida.

Geralmente, as vagas encontradas são para jovem aprendiz ou estágio, e muitos acabam tendo duvidas em qual delas é a melhor opção.

Essa dúvida não é injustificada, haja vista que existem várias diferenças entre esses tipos de trabalho remunerado. Ademais, é necessário que o estudante saiba qual deles pode contribuir mais com a carreira que se deseja seguir.

Ficou curioso? Quer saber mais? Então confira este artigo do nosso blog até o final e saiba as diferenças no contrato de trabalho dessas categorias!

Programa de estágio e programa Jovem Aprendiz: as diferenças nos contratos

Afinal, existem diferenças entre os estágios e as vagas de jovem aprendiz? Sim, e elas são muitas. A começar pelo tipo de contrato a que estão submetidos os contratados.

Podemos começar explicando o caso do jovem aprendiz. Os estudantes contratados dentro das regras desse programa são como funcionários da empresa em que trabalham.

De fato, a relação deles com o contratante é regida por um contrato especial de trabalho, o que significa dizer que há vínculo empregatício.

Esse vínculo deve ser também formalizado por meio de assinatura na carteira de trabalho do jovem.

No que diz respeito à remuneração, o jovem aprendiz tem direito a receber o salário mínimo-hora, de acordo com a legislação trabalhista vigente.

Ao contrário, o estagiário não estabelece nenhum vínculo empregatício com a empresa ou instituição para a qual trabalha.

De fato, o contrato de estágio não obedece ao estabelecido pela CLT. No que concerne à remuneração oferecida em vagas de estágio, seu valor é determinado pelo contratante.

Na maioria das vezes, os estágios oferecem ajudas de custo aos contratados, havendo também os estágios voluntários.

Oportunidades para você começar sua carreira com o pé direito

Independentemente de qual seja o caminho escolhido, podemos dizer que os jovens brasileiros têm muito mais oportunidades para ter sua primeira experiência de trabalho.

De fato, tanto os estágios quanto as vagas do programa Jovem Aprendiz se tornaram as portas de entrada de milhões de jovens brasileiros no mercado de trabalho. Seja mais um deles!

 

E você, já decidiu se quer estagiar ou trabalhar como aprendiz? Aproveite o espaço abaixo e deixe o seu comentário sobre o assunto!