Câmeras de monitoramento ajudam a valorizar imóveis

Usadas para fins comerciais e em residências, valorização vem pelo aumento da segurança

Visando a segurança, cada vez mais pessoas procuram por um sistema de câmeras de monitoramento. Esses equipamentos podem ser utilizados tanto em áreas comerciais como para residenciais, ajudando no aumento da segurança do ambiente.

As câmeras têm caráter inibidor, já que sabendo que o local é monitorado, há uma baixa nos índices de criminalidade. Além disso, os aparelhos são eficientes porque consegue armazenar as imagens, que podem ser utilizados caso haja algum delito no local.

Contar com essa tecnologia é um ponto excelente para a segurança, já que o equipamento é desenvolvido para a gravação em tempo real. Isso ajuda na valorização do espaço, por exemplo, além de inibir ações de invasores, como dito à cima.

Parece obvio, mas para ter as câmeras em seu estabelecimento ou residência, basta contratar uma empresa especializada neste serviço.

Quando contratamos o auxílio profissional, a instalação de câmeras de segurança é mais precisa, isso porque eles priorizam pontos estratégicos e de vulnerabilidade, onde o equipamento, normalmente, é disposto. Além disso, somente eles podem determinar qual tipo de aparelho será necessário para aquele espaço, por exemplo.

O processo de instalação

As câmeras permitem aos usuários o acesso remoto as imagens, através de aplicativos específicos a essa funcionalidade. As imagens captadas pelo equipamento ficam armazenada, por isso também é possível fazer consultas fora do tempo real de gravação, isso se houver necessidade.

Quanto a instalação, ela sempre deve ser realizada por um corpo técnico, isso porque os profissionais sabem os pontos exatos que o aparelho deve ficar, além de instalá-las de maneira correta, evitando manutenções em excesso.

O processo de forma geral, é acompanhado por esses técnicos, até que seja concluída a instalação das câmeras de segurança. As empresas aplicam treinamentos para que os profissionais estejam preparados ao serviço, de modo a acionar equipes caso haja necessidade.

Normalmente, as câmeras são organizadas em locais de maior vulnerabilidade, como portas e janelas, corredores e áreas de pouco movimento, assim como em espaços externos e nos fundos do ambiente.

Um diferencial trazido pela instalação é que o equipamento possibilita o acesso do cliente, sempre que ele achar interessante. Por isso, é possível fazer o acompanhamento em tempo real, sem a necessidade de uma central de vigilância, embora a mesma seja importante.

Além disso, os técnicos irão configurar todo o sistema de monitoramento, de modo que você consiga acompanhar até 16 pontos por meio do monitor.

Esse número pode ser expandido por alguns equipamentos, por isso de você tem um sistema amplo, consegue até 64 telas, que é o número máximo de expansão, em um monitor ligado ao DVR.

Os tipos de câmera

Os equipamentos são encontrados em duas formas: IP e analógicas. Os modelos de IP geram um sinal próprio, enquanto as câmeras analógicas, esse sinal não tem meios de compactação.

A IP ainda apresenta um grande diferencial, já que ela consegue realizar tratar esse sinal, de modo a transformar as imagens gravadas em digitais.