Android ou IoS: qual é a melhor plataforma de aplicativos para seus clientes

Android ou IoS: qual é a melhor plataforma de aplicativos para seus clientes

Não é segredo para ninguém que Android e IoS são os sistemas operacionais mais utilizados da atualidade.

Sendo assim, eles são constantemente comparados. Todos querem saber qual dos dois é melhor, justificando suas escolhas com os mais diversos argumentos.

Trata-se de uma discussão importante, uma vez que comprar um celular novo pode ser considerado um investimento relativamente alto para boa parcela da população.

Pensando nisso, também resolvemos realizar uma comparação. Mas esta terá foco em um aspecto específico: Qual dos dois sistemas roda aplicativos com mais qualidade?

Esta pergunta, além de ser de interesse dos usuários, ainda é bastante relevante para empresas que trabalham com o desenvolvimento de aplicativos para celular.

Por isso, iremos levantar alguns aspectos que podem nos auxiliar a respondê-la ou pelo menos esclarecer algumas questões em sua cabeça. Observe:

O preço

Apesar de não envolver diretamente o desempenho dos aplicativos, o preço do aparelho é um quesito bastante importante para os desenvolvedores de aplicações.

Isso porque os valores implicam diretamente no tipo de público que você terá. Por exemplo, sabe-se que o Android é, em média, mais barato que um IoS.

O grande motivo para isso é que ele pode ser aplicado em uma ampla variação de modelos, que possuem preços bastante diversificados.

Enquanto isso, o IoS é uma exclusividade da Apple. Assim, o seu custo é pautado no valor que agrega ao usuário e, por isso, acaba sendo um pouco mais elevado.

Mas a questão aqui é compreender que antes de selecionar a plataforma, o ideal é saber qual será seu público alvo e estudar qual o dispositivo mais popular neste nicho.

Este é o primeiro passo para alcançar o sucesso. Afinal, não adianta elaborar um app voltado para pessoas que possuem Android mas que funcione apenas em dispositivos IoS, não é mesmo?

Avalie as questões de segurança de cada dispositivo

Apesar do preço ser um fator importante, outra questão que pesa bastante para os consumidores são as configurações de segurança de cada dispositivo.

E este é um dos principais diferenciais do sistema operacional da Apple. A empresa se preocupa demais com os dados de seus usuários.

Assim, eles são extremamente exigentes, tudo para garantir que os aplicativos sejam liberados em sua loja virtual sem que softwares maléficos ou vírus se instalem.

Outro ponto positivo da Apple é que ela apresenta um sistema de segurança que impossibilita a instalação de apps que não estejam legalizados em sua loja virtual.

Já o sistema Android é mais livre e, desse modo, deixa um pouco a desejar em relação a sua segurança.

Através dele é possível instalar até mesmo aplicações de diversas Lojas virtuais, que não vem diretamente do Google Play. Isso facilita bastante a entrada de vírus.

Dessa forma, é comum que os desenvolvedores que trabalha com Android precisem atualizar seus softwares com mais frequência, o que significa que existirá um maior investimento.

Leve em conta a memória e os bugs

Por fim e não menos importante, é importante observar a memória e bugs recorrentes que afetam cada um dos sistemas em questão.

É fato que o Android, apesar de perder em diversos pontos para o IoS, apresenta uma memória bastante superior.

Isso pode ser comprovado pois, além dos aparelhos apresentarem memórias semelhantes, no Android ainda é possível expandi-la utilizando um cartão de memória.

Já quando falamos sobre os bugs ou travadinhas, como também são conhecidas, devemos levar em conta que é bastante raro ver um IoS travar.

Esse cuidado com a estabilidade do aparelho só traz benefícios, principalmente para os desenvolvedores, já que eles conseguem avaliar como o app se comporta no dispositivo de maneira clara.